terça-feira, 8 de setembro de 2015

Nunca, jamais!


Por vezes paro para pensar nas voltas que a vida consegue dar. Nós vivemos à base de cambalhotas que podem sair tortas, outras perfeitas que nos fazem levantar seguros de nós mesmos.

A desistência parece ser o nosso único caminho a seguir, a única opção de escolha que nos aparece à frente, mas nada é mais grave do que desisitir... A situação pode estar mal, as dificuldades para escalar aquela montanha podem ser as mais diversas, mas desisitir vai-te fazer cair quilómetros e quilómetros, enquanto observas as tuas conquistas a ficarem para trás. O atmosfera pode até embalar-te por uns segundos, mas e depois? Depois chega a queda que nos vai doer até ao fundo do nosso ser. As nossas feridas hão de doer, de nos fazer chorar, fazer secar tudo aquilo que nos transforma naquilo que somos... Achas mesmo que vale a pena desistir daquilo que desejas só porque a meio do caminho a meta parece estar longe? Antes a meio caminho cheio do que um caminho inteiro vazio.

Não importa aquilo que possas ouvir ao longo da tua vida. Que não consegues, que és fraco de mais para erguer os obstáculos que se aproveitam de nós para nos derrubar. Não importa as cicatrizes de uma luta sem fim. Não importa a falta de fôlego ou a fonte de energia que secou naquele momento. 

Antes de desistires, encosta a cabeça e fecha os olhos. Sorri perante as alegrias a que tiveste direito. Chora perante as desilusões e as desgraças. Grita pelas injustiças pelo que passaste. Agradece pelo dia e pede por mais para continuares a lutar...

Mas nunca, JAMAIS, desistas daquilo que te pode fazer feliz, não obstante a distância que ainda falta percorrer. 

Massageia os pés dos ardores que se acumularam. Alonga o teu corpo para que tudo possa ser mais fácil. Equipa-te da coragem que te fez, ergue essa cabeça e continua aquilo que começaste...

Quando deres por ti, estarás no cimo da montanha, no lugar aonde pertences. O importante é nunca desistir e abandonar tudo aquilo que te custou a construir!

4 comentários:

  1. Costumo dizer que a nossa vida é como um livro, é nós só iremos saber o final se não desistir de ler, neste caso viver. Porém quando se trata da vida, o que se relata de “final” é o final das dores, o final desses momento maus, porque até os livros tem os seus momentos maus, até mesmo aqueles de contos de fadas. E em todos esses momentos sabemos que foi uma lição de vida, que se tirou algo de importante para a vida. E que se não passasse-mos por aquilo não teria-mos uma vitória, porque essa vitória só é conquistada por meio de uma luta, e é o que a faz ser tão especial e importante. E só é dado como vencedor, para aquele que simplesmente não desistiu, e que tinha convicção de que sempre há uma saída. No fundo de tudo, o que eu quero dizer é que desistir não vale apena!
    Adorei o post, está magnifico e super motivador, palavras que inspiram qualquer um. Continua, vais longe, mmuito longe. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adorei esse teu ponto de vista. É muito bom quando aqueles que nos rodeiam têm uma boa visão do mundo, e nos ajudam a enfrentar todos os obstáculos.
      Obrigada. Assim o farei. Beijinhos.

      Eliminar
  2. O teu post deu- me animo :) muitas das coisas que queremos deste mundo , principalmente as mais valiosas( os nossos sonhos ) requerem muito sacrifício , nada vem de bandeja. A caminhada é longa , mas a fé, a esperança e o otimismo são muito importantes durante ela, pois dão - nos mais coragem para não desistir 🙏🏿

    ResponderEliminar