quarta-feira, 9 de setembro de 2015

O bicho Papão do Secundário (dicas de sobrevivência) #1

Fonte fotográfica: Tumblr

Secundário. Mais parece estar escrito "a minha vida social vai acabar e nunca mais serei o mesmo". Também não é bem assim. Embora a ideia de passar para o primeiro ano de secundário seja aterrorizante, acreditem, as experiências às quais terão direito abafarão qualquer tipo de receio que possam vir a sentir. 

O ambiente é outro. As pessoas são outras. Grande parte dos alunos já vai com a ideia de que os professores do secundário são bué da maus e que não ajudam ninguém (quem vos contou isto mentiu-vos muito mal)Parece que nos estão prestes a atirar de um abismo e que não teremos onde nos segurar ao longo da queda, mas enganam-se. É verdade que muita coisa vai mudar, mas não será para pior.

Todos nós temos aquela ideia de que os alunos do secundário são uns bitches e que só fazem piadas da nossa cara, mas a verdade é que os alunos do secundário são pessoas bacanas. Como é óbvio, existem aqueles que têm a mania que são gente, mas esses aí só na ignorância mesmo. 

Mentalizem-se de que vocês não serão os únicos a meter os pés numa escola da qual não sabem nada, da mesma forma que possam não conhecer ninguém. Ao início é sempre muito esquisito. Saber que os nossos colegas de muitos anos foram para um curso muito diferente do nosso, que pessoas com quem nos damos desde sempre mudam de país ou de zona... Que a exigência é diferente, assim como os horários e a forma de estar. Não é nenhum bicho de sete cabeças. Ao fim de duas semanas vão-se sentir como se já andassem naquela escola há anos. Pelo menos, foi o que aconteceu comigo. Fui para um curso que eu nunca imaginei ir, aterrei numa turma onde eu não conhecia ninguém (incluindo a mim mesma), a escola é enorme e os tremores de timidez que se faziam sentir eram sufocantes.

Só para terem noção do quão fácil foi para mim me integrar (tendo em conta que sou daquelas pessoas que fala pouco quando não conhece e que é tímida), no dia da apresentação uma rapariga abordou-me, reconhecendo-me através de uma amiga em comum. Foi com ela com quem eu almocei pela primeira vez no refeitório, foi com ela com quem travei as primeiras amizades, e até hoje somos grandes amigas. Em duas semanas, tanto eu como os meus trinta e três colegas já nos conhecíamos minimamente e a partir daí foi sempre a abrir.

Estando eu no meu último ano de secundário, penso que já vivi o suficiente por lá para vos trazer dicas de como sobreviver ao secundário.

1. Não sejam pessoas metidas a besta
Sim, porque existem sempre aquelas pessoas que para se integrarem, acham que podem chegar ali com o rei na barriga e conquistar terreno. Não se esqueçam que para além de vós, existem outros dois anos acima e que já sabem um pouco mais do que vocês. Se tentarem enfrentar "os mais velhos", estão habilitados a serem vistos como "os que têm a mania", e podem crer que ninguém, incluindo as pessoas da vossa turma, quererá estar ao vosso redor. Tenham cuidado com as vossas atitudes.

2. Não sejam antipáticos, mas também não se deixem enganar
"Um olho no burro, outro no cigano". Isto pode até nem ser uma universidade em que existem praxes, mas não se deixem enganar pelos mais velhos. Se virem que um deles vos está a querer provocar, fiquem na vossa e ignorem. Em casos extremos, defendam-se e façam queixa. 

3. Sejam amigos dos que poderão ser vossos amigos
Não se esqueçam que, para além de vocês, uma grande parte da turma também se está a integrar. Não sejam tímidos. Metam conversa com o vosso colega do lado (mas sem exageros para não terem de ouvir o professor a reclamar), quando forem lanchar ou assim, perguntem se mais alguém vai ao bar ou ao refeitório. Acreditem, é com detalhes destes que muitas amizades podem durar anos. 
Quando um grupo estiver à conversa, tentem ficar lá por perto. Uma pergunta direccionada para vocês pode surgir e estar com atenção não é só nas aulas.
Quando virem que um colega está mal, tentem falar com ele. Por vezes, uma ajuda "anónima" pode auxiliar imenso, e eu tenho a certeza de que o vosso colega ficar-vos-à eternamente grato.

4. Se não souberem onde estão, perguntem
Eu não sei se isto acontece em todos os secundários, mas pelo menos na minha escola, no dia da apresentação facultaram-nos um mapa da escola para nos podermos orientar. Ao início foi confuso, mas quando eu não sabia, perguntava a uma funcionária e o problema ficava resolvido. Para perguntar ainda não se paga nada.

5. Façam amizades com os mais velhos
Sim, é aterrorizante termos de conversar com pessoas que nunca vimos na vida, e que para além do mais já lá estão há mais tempo. Mas também não vos fará mal. Se um dos vossos colegas se der com alguém do ano a seguir, peçam para serem apresentados. Amigos puxam amigos, e quando derem por vocês, já conhecem mais pessoas do que estariam à espera.
Podem também aproveitar e pedir apontamentos dos anos anteriores a esses mesmo colegas mais velhos (caso forem do mesmo curso), assim como opiniões e ajuda. Esta é uma boa maneira de acrescentarem pontos ao vosso aproveitamento escolar.

6. Deixem a timidez de lado e aproveitem a vida
O pior de quando vamos passando de ano é quando uma parte dos nossos amigos mais chegados estão em anos mais avançados. Esta é uma das razões pelas quais eu acho importante fazermos amizades com os mais velhos. Para além de ficarmos a conhecer mais sobre a escola, os nossos colegas e nós mesmos, conseguimos aproveitar a vida e as amizades. Pode até custar quando eles têm de se ir embora, mas antes terem amigos à séria que vos possam ajudar a encontrar vós mesmos, do que passarmos três anos da nossa vida numa escola onde nos fechámos no nosso cubico.

7. Respeitem os professores, os funcionários e os colegas
Destes três grupos, podem até existir aqueles que nos deixam com os nervos à flor da pele, mas nunca deixem de ser simpáticos. Sorriam, quando virem que alguma coisa está mal, falem, mas nunca desrespeitem aqueles de quem poderão vir a necessitar um dia. Para não dizer que é tudo uma questão de educação.

8. Não deixem coisas para fazer
Fazer T.P.C's pode ser uma seca. Estudar para um teste é deveras secante. Ter de elaborar um projeto para apresentar em frente de quinhentas mil pessoas é um horror (vinte e tal alunos e um professor, desculpem). Tudo isto stressa uma pessoa, mas NUNCA deixem coisas para fazer. Viver a vida no Básico (ehhh) é uma coisa. Mas estar no Ensino Secundário já é outra. Lá em cima posso até ter dito que os professores não são maus para connosco, mas se achavam que no básico a exigência era muita... Bem-vindos ao Secundário! 
E para não falar de que se vocês cumprirem os vossos deveres a tempo (ou mesmo antes dele), terão tempo para realizarem outras atividades de que gostem (dançar, nadar, correr, ler, escrever, etc.). O importante é nunca deixarem as coisas à última da hora, esquecerem-se de materiais solicitados nas aulas anteriores ou chegarem aos testes sem saberem que havia teste naquele dia. Sejam minimamente responsáveis por vós mesmos.

9. Esqueçam essa conversa de os alunos de secundário serem uns bitches...
Porque na verdade, não o são. Até ao 9º ano (ou mesmo até ao fim dos vossos dias), as pessoas têm aquela ideia de que é tudo muito swagado e que as pessoas têm muito a mania, mas isso é só até ao 9º ano (ou mesmo até ao fim dos vossos dias). Se há coisa que eu aprendi desde que entrei pro secundário é que cada um tem o seu estilo, a sua maneira de ser e a sua maneira de estar. Não há necessidade de fazermos troça de alguém só porque usa saias do tamanho de um pergaminho ou porque vai de gravata e calças de ganga para a escola. Cada um é cada qual e se há coisa que temos de interiorizar na nossa cabecinha meio oca é que ninguém é igual a nós. É óbvio que não convém alguém de 15/16 anos vestir-se de forma infantil ou para chamar a atenção da maneira mais absurda, mas existem limites. 
Sejam vocês mesmos e conquistem corações da mesma maneira. Que se lixe o preconceito.

10. Less is more
Dêem valor às pequenas coisas com que possam vir a cruzar-se. Não criem expetativas de que a vossa vida vai melhorar em dois dias, que vão encontrar o vosso boyfriend ou girlfriend dos vossos sonhos ou que vão tirar 20 a tudo sem estudarem. Retirem esse conteúdo mal desenvolvido desse vosso cérebro e passem a ser os semi-adultos que têm de ser. Dessa forma, tudo correrá às mil maravilhas.

Aproveitem o secundário. Antes da experiência universitária, deve ser dos poucos momentos da nossa vida que nos fará dar um passo ao crescimento. Terão a oportunidade de se descobrirem e de arrancarem todas as desilusões que em algum dia sofreram.

O secundário não é um filme de terror... É apenas um mistério que até tem piada.

Sem comentários:

Enviar um comentário