4 de outubro de 2015

Retrospetiva \\ As semanas de Lyne

Já lá se foram duas semanas desde que a boa vida acabou. As responsabilidades reapareceram, muitos trabalhos já aí estão para serem elaborados, apresentados e expostos. Sei que de nada tenho eu a reclamar pois ainda há muito para vir, mas foram duas semanas cansativas. Fazer com que o corpo se habitue às novas rotinas pode ser bastante complicado.

Confesso. Tenho andado com muita preguiça para tudo. Porém, tenho aproveitado para fazer coisas para as quais não existe espaço para a mesma. Tal como no resto do ano, tenho vindo a pensar e a repensar no que eliminar da minha vida, de modo a vivê-la melhor. A escola anda a encarregar-se de me ocupar com tudo e mais alguma coisa, a necessidade de fazer um backup às rotinas saudáveis também.

Foto da minha autoria: Dos melhores pores do sol que já fotografei

Foto da minha autoria: Um dos finais do dia que tive o gosto de captar

Foto da minha autoria: O que ando a ler

Para dar início ao fim-de-semana, nesta sexta fui a um jantar de "até já" de um grande amigo. Fomos, no total, quarenta pessoas que o adoram e que lhe desejam o melhor nesta e numa outra vida. Rimo-nos, dançámos, tivemos direito a nos divertir em grande. Valeu a pena o preço que pagámos pela comida e as horas em que alguns chegaram a casa.

Ontem foi um dos melhores dias deste ano. Fiz as aulas do workshop de que falei aqui no blog, e nunca antes na minha vida de dançarina, me senti tão livre como poderia imaginar. Aproveitei todos os momentos, enganei-me e demorei-me a apanhar alguns passos, mas jamais desisti ou senti-me frustrada. Nada é mais gratificante quando podemos aproveitar bons momentos ao lado daqueles que nos são queridos. Foram seis horas ali a dar no duro, mas em momento algum senti fraqueza ou cansaço. Hoje ainda estou bastante entusiasmada com o workshop. Tenho pena por aqueles que não puderam ir, pois perderam um dia incrível!

Foto de @barbara_matos_

Foto da minha autoria, com o professor de House, Bruno Abreu

Estou a preparar-me psicologicamente para o dia de hoje. Vejo que, finalmente, o outono está para começar. Eu adoro o verão, mas tenho de admitir que estou bastante ansiosa para poder vestir as camisas de malha super bonitas que comprei a pensar nesta altura do ano. A chuva também faz falta aos humanos, mesmo que não cresçamos tanto como as plantas.

E a vocês, como correram estas duas últimas  semanas?

Sem comentários:

Enviar um comentário