quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

BOOK REVIEW \\ A sombra do vento

Título original: La sombra del viento
Autor: Carlos Ruiz Zafón
Editora: Leya, SA
Páginas: 528 (versão livro de bolso)
ISBN: 978-989-660-081-5


"Mesmo que a leitura tenha sido feita à mercê do teste de português que se avizinha, este foi um dos melhores livros que já li. Para além de conter vários géneros literários numa história só, toda a trama cativa o leitor por estar organizada de uma forma propositada, de modo a fazer crescer toda aquela atmosfera a que chamamos mistério. Para além disto, a escrita do autor contribuí e muito para a boa qualidade deste livro. Descrições feitas de palavras e expressões que nos fazem viajar até Barcelona, personagens que ou amamamos ou detestamos. Um livro que nos fala sobre o poder que os livros exercem sobre nós e a influência que os mesmos carregam ao longo dos anos, tanto na vida daquele que os criam como na vida daqueles que os vivem. Há coisas que são impossíveis de explicar e que só poderão ser compreendidas se vividas. E é isso o que se sucede com este livro. Aconselho vivamente a todos os que têm intenções de o ler e àqueles que nunca ouviram falar."

E foi assim que relatei a minha experiência com este livro através do goodreads. Para quem nunca ouviu falar, A Sombra do Vento é um livro que nos fala de Daniel que, na altura em que tinha dez anos, visitou pela primeira vez em 1945 na companhia do seu pai, o Cemitério dos Livros Esquecidos. A missão, que se foi prolongando de geração a geração, era entrar nesse cemitério, deixar-se rodear pelos livros e escolher um com o qual a pessoa se identificasse, de modo a cuidar dele como se fosse a sua própria vida. A escolha de Daniel foi exatamente "A sombra do vento", uma obra de um autor, Julían Carax, que muitos desconheciam, mas que alguns seriam capazes de venderem os rins para terem as suas obras que fossem aparecendo por sorte (devido a uma circunstância importante na história e que seria spoiler se contasse). Movido pela história do livro, Daniel inicia uma investigação que se estende por anos e anos na sua vida e que o encaminham para muitas outras tramas e dificuldades. Através destes mistérios, as parecenças da vida de Carax com a da Daniel vão-se aproximando cada vez mais, abrindo os olhos ao protagonista para que não cometesse os mesmos erros do autor que o ensinou o verdadeiro significado de uma história literária...

Tal como disse da primeira vez, li este livro com o propósito de realizar um teste de português. De todos os livros da lista apresentados pela professora, este foi o que me chamou mais à atenção por ter como trama principal a história de um livro. E não poderia ter feito uma escolha melhor. Para amantes de livros como eu, esta obra é perfeita para nós. O que o Daniel fez até eu faria se me deixasse cair de joelhos por uma história da qual não soubesse nada, mas que me prendesse até me faltar a respiração. Nunca antes tinha lido uma obra de Zafón, mas depois desta, tenciono investir no próximo livro que faz parte desta saga. Porque sim, A Sombra do Vento é o segundo livro de uma trilogia ("O Cemitério dos Livros Esquecidos").

Para além da história em si, as personagens são as que conferem uma leveza extraordinária à leitura. A minha personagem favorita, de todos os tempos, é o Fermín Romero de Torres. Não vos vou contar o que é que ele era e passou a ser por fazer parte de um bocado da história muito especial e que me fez deitar umas lágrimas, mas posso garantir-vos que se apresentarem a ele, muita coisa em vós mudará... Podem crer que sim!

Ao contrário de alguns livros que fui apanhando no ano passado, este aqui fez-me estremecer de curiosidade e algumas passagens até me deram arrepios. A descrição de uma das personagens, que por acaso se assemelhava com o diabo na história de Carax, é de fazer parar o coração por alguns segundos, pois se trabalharmos na imaginação, o resultado final é arrepiante. A trama não para e a cada página temos sempre algo novo e somos constantemente surpreendidos com os factos que nos são apresentados. Sem dúvida uma obra perfeita para aqueles que ou querem dar início a uma vida literária ou estão num momento crítico da mesma (aka reading slump). Raros são os livros que nos marcam e eu tenho quase a certeza de que este terá o mesmo efeito em vós!


Classificação da Lyne: 5/5 estrelas

1 comentário: