quarta-feira, 15 de junho de 2016

Um já foi... Mas teve das suas!

Estava tudo a correr muito bem. Embora tenha acordado sobressaltada, com o medo de me atrasar, lá consegui levantar-me antes do aviso do despertador, vesti-me e comi em paz. Saí de casa, fiz a minha habitual caminhada até à escola, fiquei super entusiasmada pelo facto de ter ficado colocada na minha sala de Desenho, e o que é que acontece? Juro por tudo que em nenhum momento me senti nervosa a fazer o exame de Português e que tive todo o cuidado de encontrar as palavras certas para desenvolver as minhas respostas. Apesar de ter saído uma matéria da qual não gostasse, isso não foi o suficiente para me abater. Fiz uso dos trinta minutos a mais incluídos no tempo do exame, não deixei nada por fazer e saí da sala com a sensação de missão cumprida, mesmo que a conclusão do meu texto argumentativo estivesse caótico... Mas parece que o Destino gosta de brincar com a minha cara...

Assim que abandonei o bloco, avistei a minha professora de Português com um enunciado já resolvido. Embora não tenha sido ela a resolver - e sim uma outra professora - e a versão que dispunha não fosse a mesma que a minha, qualquer que fosse a resposta, seria a mesma. Já aí, tinha-me apercebido de que 1,5 valor da cotação já não fazia parte da totalidade que poderia vir a ter... Mesmo assim, mantive a esperança. Esperei, esperei e esperei, até à hora em que li que os critérios já tinham saído. Abri o documento com alguma ansiedade e, apenas contando com as perguntas de gramática, veio ao cima o facto de ter conseguido, apenas, metade da cotação correspondida... Sem contar com o resto, já perdi na totalidade 2,5 valores, sendo que o limite a alcançar é o 17,5...

Sei que pareço uma louca... Talvez o pareça, assim como os 75.000 alunos que realizaram o exame hoje, dia 15 de junho, porém, também sei que faz parte toda esta bagunça emocional e que, por via das dúvidas, ainda tenho a 2ª fase, mas não deixa de ser chato... A pessoa farta-se de estudar por três anos, tira as notas que tira, esforça-se para ir com uma média aceitável, chega na hora do exame e vê a montanha a cair-lhe em cima... Eu admito que, embora não seja o método mais acertado, os Exames Nacionais acabam por ser o melhor método no que toca a avaliar os alunos do país, sendo que existem professores e professores, e avaliar os alunos da mesma forma, com as mesmas matérias e os mesmos critérios é muito mais do que justo! Mas remói aqui dentro, esmorece toda aquela animação de tentarmos superar a nós mesmos, para depois acontecerem coisas destas...

Eu sei que do restante exame, a probabilidade de ter um 15 em 17,5 é elevada, mas nunca se sabe o que é que pode acontecer... Mesmo que eu me depare com um 14 na pauta do exame e baixe para o 16 na nota final, tenho consciência de que será melhor do que ter negativa e baixar dois ou três valores de uma só cajada... Tal como disse, existe ainda a possibilidade da 2ª fase, mas não sei se estaria disposta a ir... Sinto que isso atrasaria todo o processo que já tenho adiantado na mente, mas nunca se sabe... Com sorte, ainda recupere alguma da sanidade mental (basta-me desanuviar ou dormir) e consiga tirar boa nota... Por muito triste que seja sermos todos reduzidos a números de uma forma geral, nós somos muito mais do que isso! EU sei que sou muito mais do que um 16 ou 17 na pauta! Se são necessários esses mesmos números para ingressarmos no nosso curso de sonho? Mas é claro!... porém, existe sempre uma maneira de ultrapassarmos isso, bastando ter um valor a mais do que o último colocado... Tudo se resolve, eu sei bem disso! Basta acreditar um pouco mais naquilo que fiz e continuar com aquele entusiasmo de hoje de manhã... Agora, uma outra coisa que me preocupa - mas nem tanto assim - é o exame de Desenho... Mas esse eu tenho a certeza que o suor falará por mim! Acreditem no que vos digo! No que depender de mim, hei de arrasar com aquela porcaria toda e trazer comigo a satisfação de ter dado tudo por tudo no exame que me falta! Ai isso é que vou...

1 comentário:

  1. Boa sorte para o exame de Desenho Carolayne! Fi-lo há três anos e lembro-me de estar bastante nervosa, com medo do que pudesse sair. Mas acabou por correr tudo bem, de certeza que a ti também te vai correr! :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar