11 de julho de 2016

Weekend Update

O meu fim-de-semana começou, na verdade, desde quinta-feira. Aproveitei o facto da minha mãe ter estado de folga para organizar o guarda-roupa, colocando de lado peças e tecidos com os quais já não me identificasse de maneira alguma. Fiz uma limpeza pela casa, dando maior atenção ao meu quarto, descansei e esperei que o dia seguinte chegasse. Na sexta tive o enorme gosto em receber uma amiga que já não via desde o dia do exame de Desenho, confeccionando uma considerável travessa de lasanha para o almoço e colocando em dia um filme que, certamente, mexeu com o meu psicológico (opinião em breve). Ela lá teve de regressar a casa e eu fiz dessa ausência a altura perfeita para exercitar um pouco, pois já estava a precisar.
O ponto alto destes quatro dias deu-se no sábado, quando finalmente coloquei os pés na areia e deixei-me temperar pelo sal do mar, sendo envolvida de maneira prazerosa por aquelas ondas enormes que me fizeram as maravilhas. Embora todos os anos bata de frente com o mesmo empecilho em relação ao meu corpo, algo de extraordinário naquele dia me fez ver de que, independentemente daquilo que seja feita a minha pessoa, não há que querer negar isso... E a melhor maneira de o fazer é não me deixando abater por pequenas coisas como esta. Nada, jamais, me poderá inibir de usufruir de um bom dia de praia, rodeada daquela serenidade que só o mar nos pode oferecer. Na companhia da minha prima, dei mergulhos desajeitados, libertei gargalhadas, fiz piadas, pouco me importei com aquilo que os outros pudessem expressar... Com o meu primo nos braços, ajudei-o a ficar à beira-mar, impedindo que a água se lhe entrasse pelos ouvidos, amarrando-o para que ele pudesse desfrutar da companhia das ondas, mas sem se sentir abandonado. Graças à minha tia, pudemos degustar de umas quantas fatia de pizza nos tempos "mortos". No regresso a casa, deliciámo-nos dos típicos gelados de praia, podendo assim, matar as saudades daquele clima balnear.

Ainda no sábado, comecei uma nova leitura que me tem vindo a surpreender pela positiva. Raros são os livros que se me mostram prontamente cativantes e ter lido 134 páginas em menos de vinte e quatro horas corrobora a favor do mesmo. Para os mais curiosos, o livro é o "Orgulho e Preconceito" de Jane Austen. Há muito que estava para o comprar, não fossem as opiniões positivas com que me deparo no booktube, mas felizmente tenho na vida pessoas que acertam sempre na questão das prendas de aniversário! Hesitei bastante antes de o pegar, tendo em conta o facto de ser péssima em manter mais do que uma leitura em pé, mas penso que com este livro e o Harry Potter, pode coexistir uma vinculação controlável (assim espero!).
Há bastante tempo que não dedicava um tempo especial para os meus pequenos-almoços, visto que quando eu entro de férias, o meu maior talento é de descontrolar os horários em questão de segundos. Como me levantei numa hora aceitável no domingo, coloquei mãos à obra e mexi uns ovos com salsichas, acompanhando com duas fatias de pão de cereais e chá verde. Soube-me mesmo bem mimar o estômago, embora o meu apetite tivesse o radar apontado para panquecas... Tempo não me faltará para o fazer!

E como os domingos costumam ser o dia da preguiça espontânea, da família, da organização da semana, eu cá converti-o no dia da confeitaria, cozinhando os meus esperados cookies, que há muito não fazia. Não ficaram como eu desejava, mas nada que uns ajustes na receita original não resolvam. Apesar de tudo, ficaram perfeitos para condizerem com os momentos calorosos que tanto faço questão que pertençam aos chás, independentemente da temperatura lá fora!
Quanto ao dia de hoje, esperarei que o tempo me diga o que fazer, visto que ando tão desorientada que de nada me valerá planificar as semanas. Que venha tudo ao sabor do vento, pois estarei de braços abertos para saudar o que quer que seja!

E por aí desse lado, como é que foi o fim-de-semana?

1 comentário:

  1. Há imenso tempo que ando com vontade de fazer bolachas mas as correrias do dia-a-dia realmente não o permitem. Quem sabe no próximo fim-de-semana! Gostei muito do teu post, tem um toque pessoal que me fez sentir aquele calor relaxante, típico "lar doce lar".

    Beijinhos \\ ALL THE BRIGHT PLACES

    ResponderEliminar