sexta-feira, 19 de agosto de 2016

BOX-OFFICE \\ 3 filmes, 3 dias, 3 sugestões

Para veres o trailer, clica na imagem
Sinopse: Madison Young, uma jovem autora surda, vive isolada numa floresta, à base dos lucros dos seus livros. Num dia, quando a sua vizinha amiga a visita para devolver uma das cópias dos seus livros, a mesma é perseguida e morta nessa mesma noite por um homem mascarado. Apercebendo-se da debilitação de Madison, o mascarado apodera-se do telemóvel da jovem, fotografando-a e enviando essas provas para o seu computador, denunciando assim a sua presença dentro de casa. A partir daqui, começamos a presenciar uma caça de nos tirar a respiração, tendo a surdez uma importância enorme em toda a trama.

O que diz a Lyne... Eu juro que não consigo compreender esta minha pontaria com filmes que, certamente, são capazes de me deixar sem sono por uns dias. Julguei que Hush fosse mais um daqueles filmes de suspense para encher chouriços, mas enganei-me. Talvez seja apenas de mim, mas eu gostei bastante de o ver. Para além da personagem principal não possuir uma das sensações que nos permite identificar a presença do perigo, ela foi capaz de lutar pela sua vida até ao fim, sem dar uso àquelas "futilidades" muito comuns em filmes deste género. Ela foi inteligente, perspicaz, metódica; ao contrário de muitas personagens que vemos por aí, que se deixam levar pelo medo, transformando-o até em algo ridículo. Fiquei ansiosa do início até ao fim e penso que eles exploraram bastante bem a questão da surdez numa situação destas, e o quão perigoso pode ser estarmos vulneráveis, quando na verdade o instinto de sobrevivência é ainda maior!


Para veres o trailer, clica na imagem
Sinopse: Após uma raça alienígena conhecida pelos seres humanos como Formics atacar a Terra, é formada uma Armada Internacional, com a missão de preparar uma nova geração de jovens e encontrar um sucessor à altura do lendário Mazer Rackham e liderar um contra-ataque. Andrew "Ender" Wiggin, uma criança tímida, mas estrategicamente brilhante, é levado para a Escola de Combate, na órbita do planeta Terra. Após facilmente derrotar os seus adversários em jogos de guerra cada vez mais difíceis, ganhando respeito e admiração entre os seus colegas, ele é levado pelo Coronel Graff para estudar na Escola de Comando e ser treinado por um envelhecido Mazer Rackham, para um dia liderar uma guerra que decidirá o futuro da raça humana.

O que diz a Lyne... Até me terem mencionado este filme, eu não o conhecia. Apesar de não ser lá muito apegada a filme de sci-fi quando o mesmo engloba naves espaciais, pessoas fora da Terra, seres alienígenas, não posso negar o quão bom é este filme, e o trabalho genial que o Ava Butterfield desenvolveu enquanto personagem principal. Este filme ensina, essencialmente, como é que nós enquanto alvos a abater nos podemos transformar em líderes dos nossos inimigos; como é que podemos utilizar a nossa inteligência a favor de um bem maior; a importância da família em momentos difíceis; assim como nos ensina as etapas de elaborar um plano estratégico para derrubar o nosso adversário. Ender's Game é uma produção que nos abre os olhos para a reflexão e a empatia, para a importância de sermos diferentes num meio, quando os nossos "superiores" tentam manejar os nossos pensamentos para o lado contrário, e principalmente a detetar se existem, ou não, possibilidades dos nossos tão mencionados inimigos serem exatamente como nós. Mesmo para aqueles que não são muito fãs desta vertente do sci-fi, penso que não perderiam nada em dar uma vista de olhos neste filme!


Para veres o trailer, clica na imagem
Sinopse: A cena do crime nada mais engloba do que cinco pedestres baleados ao acaso, por um homem que conduz uma carrinha branca dentro de um parque de estacionamento, armado com um fuzil de precisão. Todas as pistas arrecadas pela polícia, liderada pelo detetive Emerson, levam ao paradeiro de um ex-atirador do exército, James Barr, que não confessa ser o autor dos crimes, mas que pede pela comparência de Jack Reacher, um homem muito difícil de se encontrar, mas que assim que sabe do sucedido, vai ao encontro da polícia. Inteligente e perspicaz, o ex-militar vai à descoberta das pistas com que esbarra, acabando por concluir que Barr, apesar de ser um psicopata, poderá não ser o verdadeiro assassino, mas sim que existirá por detrás de toda aquela criminalidade, um ato de conspiração.

O que diz a Lyne... Uma outra sugestão muito boa, seguida do trailer da sequela deste filme, que estreará ainda este ano. Sou muito fã dos filmes de ação, principalmente quando estes não são apenas do género mencionado, contendo uma pitada de mistério, jogos de lógica e um plot-twist do caraças! Não quero adiantar muito deste filme para não dar spoliers, porém, aconselho-o bastante por conter no núcleo uma atmosfera que nos prende ao ecrã, do início ao fim. Temos cenas de pancadaria, suspense, desfragmentação de acontecimentos, no entanto, este é um filme de ação que ultrapassa qualquer expectativa e que nos deixa a babar por mais. Esperemos que a continuação não borre a reputação do seu antecessor!

Sem comentários:

Enviar um comentário