terça-feira, 6 de setembro de 2016

FACULDADE \\ Ainda não estou em mim!

Exatamente daqui a seis dias, a lista de colocados verá a luz do dia. Por muito que já me tenha convencido de que sim, é real o facto de eu ir para a universidade, ainda não recebi aquele abanão da vida, aquele berro de que eu vou, de facto, para a universidade e vivenciar mais cinco anos de estudos e aprendizagens. É surreal ter à frente uma vida que há muito imaginei, mas que nada tem a ver com as minhas expectativas. Digamos que o presente sabe-me ainda melhor do que alguma vez poderia imaginar. Tal como todos os seres humanos, tenho os meus medos, as minhas inseguranças, os meus problemas, mas existem coisas na vida que compensam cada batalha, cada arranhão, cada lágrima. Se ontem eu tinha receio de ir para Artes porque julgava que iria ser intitulada de tudo e mais alguma coisa, ultrapassei cada obstáculo com uma das melhores médias que poderia ter alcançado. Tive notas e resultados que não me agradaram, mas faz parte deste percurso. Sempre mantive o pensamento positivo e a cabeça erguida, as ideias no lugar e a certeza de que, não obstante os erros, eu seria capaz de aprender com eles. E hoje, a seis dias de saber qual o rumo que o meu futuro tomará, tenho consciência de que farei de tudo para que não sucumba no mar de stress, amarguras exageradas, dramas desnecessários, mas que serei sim capaz de viver com a maior intensidade aquilo que esta nova vida me trará. 

Apesar de saber que conseguirei entrar na minha primeira opção, tenho vivido aquela estranha sensação de fracasso precoce. Sempre que ela tenta se apoderar de mim, chuto-a para longe, não com medo de viver intensamente esse sentimento, mas sim por saber que é um medo irracional e que faz parte existir. Se, tal como eu, estão ansiosos à espera dos resultados, fiquem cientes de que vencerão esta batalha e terão aquilo que desejam. Por muito caótica que seja a vossa situação, verão que todo o trabalho árduo dos anos passados compensará cada lágrima. Se de facto não conseguirem o desejado, não se esqueçam de que terão muitas mais oportunidades na vida. Sei que dizem que ela é curta, mas isso depende somente de nós e daquilo que fazemos por ela. Pensamento positivo, porque tenho a certeza de que seremos capazes! 

6 comentários:

  1. Desejo te muita sorte e que sejas muito feliz no curso que escolhes te!

    ResponderEliminar
  2. Vão ser os melhores anos da tua vida, aproveita-os bem!

    ResponderEliminar
  3. Já passei pelo mesmo que até que eu soubesse onde fui colocada, tremia por todo o lado. A escola onde fiquei não foi uma boa notícia para mim e ainda tentei mudar mas não consegui. No entanto, gostei muito do curso e posso dizer que não errei na área que quero seguir.

    Cátia ∫ MerakiFacebook

    ResponderEliminar
  4. Boa sorte :) Eu lembro-me do que senti há três anos atrás e estava igualmente ansiosa por tudo. Aproveita a vida académica, é tudo o que te posso dizer :) E boa sorte para este nova etapa!

    ResponderEliminar