domingo, 9 de outubro de 2016

"D" de Dementor, não de Domingo

Não gosto de domingos. Não é um "não gostar" ao ponto de odiar; mas é mais um "não gostar" porque nunca sei o que fazer neste dia da semana. Sinto preguiça, muito sono, um pouco deslocada do mundo, e também se pode dizer que fico bastante frustrada por saber que terei de começar uma nova semana a madrugar para ir para a faculdade. Costumo dizer que os domingos são os Dementors da vida real, e que a melhor maneira de os enfrentar é dormindo. Apesar de já ter feito algumas coisas para me acalmar, nenhuma delas me satisfez ao ponto de me alegrar. Não sei. Talvez não esteja na melhor semana para tentar avaliar o meu humor, mas também não queria que este sentimento de domingo me afogasse mentalmente. Quero sair, apanhar ar, ver pessoas, mas ao mesmo tempo quero ficar no meu canto, a ver filmes que nem sei quais ver; séries que bom, também não sei o que escolher; ler qualquer coisa, porém, também não me apetece. Sei que se dormir agora, acordarei a meio da noite, enquanto derramo lágrimas por não ter aproveitado as horas de deleite que me restavam... Contudo, também estou ciente de que é a única coisa que desejo neste momento, em conjunto com uma tele-transportação para um universo onde possa ter uma semana de férias, ou feriados, tanto faz. 

Se já estou assim no início das aulas, então devo estar bem capaz de me mudar para Nárnia assim que dezembro se estiver a aproximar. Muito provavelmente ainda tenha de modificar muitas coisas no meu quotidiano, para que este peso diminuía substancialmente. Tenho de ver se começo a preparar melhor os meus dias, mas sem nunca interferir naquele fator surpresa que tanto defendo; quiçá, substituir as horas em que passo no telemóvel, para ver um filme ou uma série; tentar escrevinhar algumas coisas num caderno e depois transferir para aqui... Em suma, ultrapassar o meu ser super organizado para um mega organizado. Talvez com estas pequenas mudanças, eu chegue aos domingos um pouco mais animada e com vontade de fazer as coisas e de preguiçar sem preocupações. Quer dizer, vendo as coisas por este prisma, sei que também quero voltar a praticar exercício físico, coisa que não faço há séculos. Provavelmente, esta é a única coisa que me falta para que eu me sinta mais energética e disposta a tirar a língua para fora para os Dementors em forma de domingo. Talvez seja isso, talvez não... Mas por hora, continuarei nesta onda de levitação, em que simplesmente não sei de nada, senão desta ânsia de emigrar para bem longe.

Fonte: Tumblr

6 comentários:

  1. Quando estava na universidade usava os sábados para orientar a casa, a roupa, as compras da semana, os trabalhos, os tpc's, etc. e ao domingo passeava, via filmes, relaxava para a próxima semana que aí vinha. Acredita que podia ter o sábado mais atarefado e cansativo, mas compensava em muitooo! :D

    let's do nothing today

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso eu também faço, mas ontem concentrei-me mais numa única cadeira, que me ocupou a tarde toda. A minha sorte é que ainda não tenho muito o que fazer! :p

      Eliminar
  2. ahahah "os domingos são os dementores da vida real" amei XD

    beijinho e boa semana ;)
    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São daquelas verdades que devem ser ditas ahahah!
      Obrigada, beijinhos e igualmente!

      Eliminar
  3. Percebo-te perfeitamente, para mim os Domingos também são um pouco assim.
    Na faculdade, era o dia em que eu ia às compras para a semana e aproveitava que tinha tempo para cozinhar um jantar bem gostoso. Mas os Domingos mais animados eram mesmo aqueles em que conseguia estar um bocadinho com os meus amigos, aproveitando esse "tempo morto" para socializar e conversar, acabando por (quase) não dar pelo meu fim de semana a acabar :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ultimamente não tenho conseguido encontrar um equilíbrio saudável nos domingos, mas espero que no futuro, isso seja possível! :D

      Eliminar