30 de outubro de 2016

LYNE'S FAVORITES \\ Outubro

Lisboa por si só é uma cidade que se deixa descobrir a cada pisada. Por muito que eu passe pelas mesmas ruas sempre que me dou ao luxo de descontrair, existe constantemente um novo detalhe que descortino naquela mescla de edifícios, monumentos e pessoas. Existem cantos que aguardam serem explorados e, com as melhores pessoas ao lado, não há como falhar nesta tarefa. Fui ao castelo de São Jorge com a turma para visualizarmos um terreno que estamos neste momento a trabalhar e, embora tenha chovido em cima de nós, isso não anulou o facto de se terem soltado suspiros perante aquele panorama abaixo de nós. 
Para além disto, não visitei um outro sítio em específico - coisa que quero mudar nos meses seguintes - mas é incrível o facto de me encontrar em locais tão diferentes, e ao mesmo, tão semelhantes dos meus já conhecidos. O Terreiro do Paço, todos os dias de manhã, tem um novo charme e, mais tardiamente, sorri-nos acompanhado de outro gesto. O caminho até à faculdade parece ser interminavelmente do mesmo, assim como as pessoas, porém, aquilo que carrego dentro de mim muda de forma e intensidade diariamente. E isso é maravilhoso. A forma como encaramos o mundo à nossa volta depende tanto, mas tanto da nossa disposição! E se Lisboa para mim é habitualmente bonita, isso por si só responde pelo meu humor que está sempre alegre. Há coisa melhor?
No mês de Outubro, não me aventurei muito pelas comidas. Sei que das poucas vezes em que comi fora, restringi-me a chicken bacons do Mc, e pouco mais que isso. A única vez em que me pagaram o almoço foi no Capri, nos Armazéns do Chiado, e onde me serviram lasanha com legumes salteados. Embora adore lasanha - e esta foi a única razão pela qual escolhi este restaurante - confesso que a sua consistência - e a que é bastante comum por aí - não me agradou. O sabor estava lá, no ponto, mas a visualidade do molho branco deixou-me tristonha. Apesar de tudo, adorei o facto de a ter comido na melhor companhia, que também me pagou um Sundae de chocolate com amêndoas, no lugar de uma ida ao Starbucks. Comemos os nossos gelados abrigados na entrada de um banco, enquanto chovia a potes para os nossos pés, mas é como disse, não retiraria uma única pinga de chuva daquele dia!
Este também foi o mês em que provei as OREO douradas. Embora tenha gostado delas, não me tornei numa fã. Gosto delas no formato original, contudo, é efetivamente bom experimentarmos um pouco do desconhecido. De resto, tenho-me feito acompanhar de tupperwares com alimento para as horas de almoço em que fico na faculdade e ainda bem que assim o é, pois caso contrário, estaria pior do que falida!
Sou uma fã assumida dos produtos que o Lidl vende. Na demanda dos folhetos publicitários, a minha mãe alcançou dois itens que, apesar de já os termos num formato, numa outra versão daria bastante jeito. Estou a falar exatamente destas garrafas térmicas, bastante úteis na transportação de chás, cafés e toda uma panóplia de líquidos quentes. Prefiro esta garrafa à que já tinha por duas razões: primeiro, porque temos uma alça que nos confere um maior conforto, e segundo, porque a tampa do copo parece-me a mim muito mais segura. Um kit com duas garrafas custou-nos apenas 4,99€. Não sei por quanto tempo mais é que estes produtos voltarão a ser vendidos, mas a verdade é que se tornaram num novo melhor amigo para mim e para a minha mãe!
Este não é bem um favorito de Outubro, mas tendo em conta que o produto terminou no início deste mês, penso que seja aceitável trazê-lo até vós. Há uns meses, falei-vos dos produtos de rosto que ando a utilizar, da marca CIEN, e que podem ser adquiridos no Lidl. Assim que o meu tónico de limpeza da Garnier terminou, aquela necessidade de apostar em algo bom, barato e da mesma qualidade que uma qualquer outra marca que custasse acima de 5€, falou bem mais alto. Posto isto, paguei pelo Tónico de Limpeza Facial da CIEN, decidida em poupar a sério e, mesmo assim, cuidar de mim. Cerca de dois meses depois da compra, os resultados que obtive com a marca Garnier fizeram-se notar da mesma maneira que este Tónico da CIEN, nunca falhando com as suas promessas. Paguei menos de 2€ por ele, e é um produto que aconselho vivamente para aqueles que, tal como eu, querem se sentir poderosos, a gastar pouco!
Falar de música era o que não me poderia faltar por aqui. Os fones são os meus melhores amigos e aquilo que nos une é pura arte. Este foi o mês em que mais ouvi álbuns inteiros, geralmente dos mesmos, mas nunca perdendo o seu encanto. Atirei-me de cabeça para uma parte da discografia dos Arctic Monkeys, viciando a sério no Whatever People Say I Am, That's What I'm Not, e abanando a cabeça desde os primeiros aos últimos acordes de I Bet You Look Good On The Dancefloor. Aposto que muitos olhares se viraram na minha direção, mas o que lá se foi, já foi. Escutei, também desta banda, o álbum AM, amando e adorando todas as canções aqui existentes. Penso que estou a ganhar uma paixoneta assumida pela voz super sedutora do Alex Turner. 

Childish Gambino também cumpriu com a função de me acompanhar nas viagens de transportes com Because The Internet, um trabalho discográfico que me tem vindo a encantar desde o dia em que me deparei com ele. A cada dia, o rap tem marcado uma presença bastante significativa na minha vida. Em meados do verão, trouxe-vos ao blogue uma descoberta musical que veio até mim acerca de GoldLink, um outro rapper que me tem conquistado mais e mais, e cujo And After That, We Didn't Talk me tem convencido de que este músico tem muitas razões para ter todo o sucesso do universo! Como não poderia deixar de ser, os Tame Impala deram o que falar com Currents, um outro álbum que está sempre em modo loop na minha playlist e cuja New Person, Same Old Mistakes me tem feito sua refém desde manhã até à noite. Eu juro que se eles tiverem de colocar os pés em Portugal, eu não poderei faltar!
Outubro foi o mês em que li dois livros na íntegra, com o seu devido tempo, mas nunca falhando. O primeiro, e o que me deixou de coração na mão, foi o sexto livro da saga Harry Potter, o "Harry Potter e o Príncipe Misterioso", da queen J. K. Rowling, e do qual falarei no futuro por aqui; assim como o livro da nossa adorada Sofia, o "Seja o que for o amor", abordado recentemente no blogue.

Apesar do tempo curto, ainda tive tempo de ver dois filmes: "Brokeback Montain", cuja descoberta foi feita no blogue da Ju. e do qual falarei em breve, assim como o "The Truman Show", que já aqui está falado. De séries, lá consegui ver os três primeiros episódios da terceira temporada de "How To Get Away With Murder", e atualizar a pseudo-maratona que ando a fazer da série "Criminal Minds", sendo o meu alvo principal nada mais do que a primeira temporada.
Outubro tem o que se lhe diga. Nunca vi passar um mês de forma tão leve, mas ao mesmo tempo, tão demorada. Este mês levou séculos a passar e, muito sinceramente, houve alturas em que agradeci por assim ter acontecido. Estou há quase dois meses na faculdade e já sei de que peculiriadade é feita o curso de Arquitetura. É, sobretudo, muito trabalho, puxar muito pela cabeça e só querer dormir. Por outro lado, sei que me estou a adaptar melhor do que em Setembro. Já só sinto uma pequena comichão de cansaço ao final do dia, tenho mais ânimo para trabalhar nos meus projetos e desenhos, já me consigo dividir entre o lazer e as responsabilidades, coisa que me parecia impossível há dias.
Outubro foi uma pequena festa para a minha vida. Reencontrei muitas pessoas que queria rever há imenso tempo, partilhei histórias e momentos que, se dependessem só de mim, talvez não existissem; fui capaz de ser eu mesma, mesmo rabugenta (afinal, que seria de mim sem isso?). Consigo contar pelos dedos as vezes em que me senti infeliz com as minhas escolhas e comigo mesma... Vá, talvez seja assombrada por uma pequena frustração por andar a falhar com coisas que não deveria, mas tenho o cuidado de repetir para mim mesma de que é algo passageiro e que eu conseguirei enfrentar. Sinto-me realmente feliz e com uma vontade enorme de progredir. Nos reencontros, tive uma verdadeira prova de amizade que tão cedo não esquecerei. Se a pessoa em questão estiver a ler isto e se recordar do bem que me fez, quero agradecer-lhe uma vez mais! És uma pessoa fantástica, nunca te esqueças disso!
Foi um mês, sobretudo, de pequenas grandes conquistas. O mês em que limpei de mim a sensação de que nunca perdoaria o bullying que sofri; o mês em que abracei melhor a pessoa que sou. Outubro olhou-me nos olhos e disse-me que quando quero, saio-me lindamente nas fotografias que tiro. Ele também me ensinou, e com uma melhor qualidade, de que o espelho não é absolutamente nada! Reconheço esse valor no facto de me estar a amar cada vez mais, contudo, partilho dos créditos com as pessoas com as quais tenho vindo a aprofundar as minhas relações, com aquelas que tenho vindo a conhecer e com cujas, através da observação, também me ensinam qualquer coisa (Obrigada Joana e Sofia pelas conversas de ultimamente!).
O décimo mês deste ano foi pautado, também, pela realização da minha primeira maquete. Se em meados de setembro eu achava perigoso a ideia de fazer tal coisa, hoje sinto-me bem mais à vontade para tal. É custoso, mas vale cada corte feito no cartão, pois o resultado é incrível! Estamos em Outubro, já choveu mas, por incrível que pareça, ainda faz sol e calor. Já adoeci, já tive de faltar, já me senti chateada pelas faltas, mas recebi recompensas a mando disso e das quais fico orgulhosa, pois afinal, as pessoas não são tão más quanto se lhes pintam. Gastei bastante dinheiro em comida (e quando é que não o faço?); almocei fora com um dos meus Padrinhos; fui ao CCB com a minha turma; chamaram-me imensas vezes de "Senhora Delegada"; este foi o mês em que mais tempo passei dentro do quarto a trabalhar; o mês em que vi os meus desenhos a evoluírem; o mês em que corri bastante pelos transportes públicos; o mês do feriado a meio da semana e que soube tão bem; o mês em que medi de forma racional e consciente os meus sentimentos, recordando com um sorriso no rosto, situações do passado que envolveram outros de uma outra espécie. Outubro não me permitiu ler muito dos trabalhos blogosféricos que tanto sigo, contudo, o google chrome que testemunhe o facto de eu ter as páginas de todos esses blogues abertos, na esperança de serem lidos (e cujos estou a colocar em dia aos poucos). Diga-se de passagem que 95% de Outubro correu lindamente e a outra percentagem pertence ao vácuo. Diga-se de passagem que Outubro foi o mês dos detalhes. Diga-se, até, que Outubro foi um ótimo mês. Vem daí Novembro!

14 comentários:

  1. Que bonitos favoritos e continuo a adorar o facto de os separadores dos favoritos serem adornado com desenhos teus!

    ResponderEliminar
  2. Que bons favoritos!
    Também adorei o facto de no inicio de cada separador ter um desenho teus!
    Beijinhos

    O Planeta da Inês | Vídeos de maquilhagem para o Halloween

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Inês!! Fico muito feliz por saber que vocês gostam dos separadores! :P

      Eliminar
  3. Adorei os favoritos e adoro os desenhos ,acho super criativo e são muito lindos :)

    ResponderEliminar
  4. Excluindo o facto de estar ali o meu livro (OMG!!!!) venho expressar-me em relação a Arctic Monkeys! Ouve, por favor, a discografia toda! Os Arctic são uma das minhas bandas preferidas e adoro-os de morte! O Alex é o homem da minha vida, por isso não te estiques :p
    Agora a sério, explora mais músicas deles! A minha preferida é a "My Propeller" (do "Humbug"). Tenho a certeza de que vais gostar de mais músicas!


    A Sofia World

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah terei o cuidado de ouvir tudinho!! :3
      E fica descansada que não te roubo o homem eheheh! <3

      Eliminar
  5. Que mês tão bom :D
    Também sou uma super fã das coisas do LIDL. Todas as semanas vou lá passear, até as roupas são giras como tudo! Há sempre uma coisa ou outra que acabam por ser muito úteis. Acho que o meu "enxoval" está a ser todo completado com coisinhas de lá :3

    Quanto às tuas mudanças interiores... é bom ver-te assim :D

    let's do nothing today

    ResponderEliminar
  6. Parece que tiveste um mês muito bom. Fico feliz por saber que já te estás a adaptar à faculdade, com uma boa gestão de tempo tudo se consegue, tanto da para estudar como para te divertires e fazeres o que gostas :).
    Fico também muito feliz por conseguires perdoar-te a ti própria e aceitares-te mais. Pareces-me ser uma excelente pessoa, e fico feliz por saber que já não te culpas por coisas que aconteceram no passado ( e em que não tiveste controlo nenhum sobre as mesmas).
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  7. É tão bom que cada vez te ames mais e que sintas que este mês valeu tanto a pena. É tão bom acompanhar dia-a-dia os teus sucessos. É tão bom notar o teu empenho em não me deixares ir abaixo.
    Não podia estar mais radiante por fazer parte DESTES favoritos. Obrigada por todo o carinho. Quero que saibas que tens sido mesmo um apoio incrível e que, principalmente hoje, não estaria tão bem se não fossem as tuas palavras.
    Do fundo do coração, estas coisas são o que de melhor a blogosfera nos tem para dar!
    Um beijo enorme Lyne :)

    ResponderEliminar
  8. adorei o castelo de são jorge quando aí estive :)

    ResponderEliminar