segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Pequenas mudanças que nos tornam grandes

Na sexta-feira, enquanto aguardava pelo autocarro para a faculdade, a ideia de mudar a disposição do meu quarto assombrou-me naquela manhã, até à hora em que simplesmente o fiz. Não medi consequências, nem tão pouco pensei duas vezes. Apenas fi-lo. E se o fiz, não posso dizer que tenha sido por uma razão em específico, apenas que me senti movida para tal. Talvez parte dessa ação tenha brotado do meu pequeno crescimento enquanto pessoa e estudante, visto que fazer maquetas com o mero auxílio da secretária não dá com nada... E talvez também porque me ando a sentir sufocada por não ter o meu espaço de treino que costuma ser a sala, e andar a falhar nesse aspeto (e cujo já ando a mudar desde sábado!). E visto deste prisma, talvez eu até tenha tido motivos para mudar o meu quarto. Apenas o facto de ter trocado a cama com a estante, virado as mesmas num outro ângulo, ter arrumado - uma vez mais - e me livrado de coisas que já não necessitava, conferiu ao meu mundo um outro ar, uma outra frescura... Sinto-me ainda mais segura e com mais determinação para fazer as coisas. Não sei por quanto tempo mais me sentirei assim, mas até alcançar o estado de saturação, sei que tentarei tirar proveito do todo este espaço e fazer o que tenho a fazer com ele. 

Entretanto, espero que vocês façam o mesmo. Não que mudem todo o vosso quarto, mas sim que parem neste momento, respirem fundo e reflitam com cuidado quais os pormenores da vossa vida que vocês estão dispostos a mudar, nem que ligeiramente. Faz bem, a sério. O nosso quotidiano é capaz de estar tão imerso no stress, nas mágoas, no respirar e não o sentir, que por vezes deixamos de lado o cuidado para com o nosso espaço, aquele que nos abriga, aquele nos aquece, aquele que presencia a nossa evolução. Da mesma forma, talvez o vosso corpo e a vossa mente careçam de algum mimo. Reflitam, nem que por dois minutos, nestas coisas. Evoluam, cultivem-se, desarrumem e voltem a organizar os pensamentos. Quando derem por vós, sentir-se-ão nas pessoas mais poderosas, bonitas e capazes do mundo. Cuidem-se e deixem-se cuidar.

5 comentários:

  1. Os detalhes fazem toda a diferença e mudanças simples podem ter um impacto enorme na nossa vida. Eu sou da mesma opinião :)

    ResponderEliminar
  2. É algo que eu faço constantemente, apesar de passar pouco tempo em casa: arrumar o quarto, atirar coisas para o lixo, renovar o espaço. Eu saturo-me depressa de ver as coisas da mesma forma o tempo todo, às vezes nem que seja arrumar melhor o pote das canetas na secretária, dar um jeitinho naquela cadeira que tem sempre roupa ou simplesmente limpar-lhe o pó. Sei lá, é um sentimento de renovação, de cuidar de algo que cuida de nós todos os dias... qualquer coisa que me deixa leve xD
    let's do nothing today

    ResponderEliminar
  3. Sou da mesma opinião. Há pequenas mudanças que tem um impacto enorme (e acho que no quarto ainda mais por ser o nosso espaço).

    ResponderEliminar
  4. Num mês em que as coisas podiam estar a correr bem melhor, este foi um texto que adorei ler, como dizes, vou parar, respirar e recomeçar. De facto, pequenas mudanças fazem a diferença. Vou fazer por criar mais mudanças, mesmo que muito pequeninas. Obrigada Lyne.

    ResponderEliminar
  5. Às vezes é necessário mudarmos algumas coisas no nossa espaço para o tornar mais confortável.

    Cátia ∫ Meraki

    ResponderEliminar