sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

RETRO'16 \\ Feliz 2017!

2017 já espreita pela fresta que 2016 lhe tem vindo a conceder. Se eu tivesse de adjetivar 2016, a palavra acertada seria descoberta. Descoberta do mundo, descoberta das pessoas, descoberta de mim mesma. Sinceramente, sinto que já não existe mais nada para acrescentar àquilo que já disse acerca do ano que passou. Se me tivessem dito que escreveria bastante neste ano, talvez não acreditasse. Quer dizer, nunca me passou pela cabeça que eu seria capaz de partilhar tanto quanto partilhei, viver tanto quanto vivi. O ano passou a correr, deixando para trás cabelos esvoaçados e certos arrepios. Se foram bons ou maus isso dependerá de cada pessoa, mas quanto a mim, afirmo que até agora só têm sido bons arrepios. Daqueles que nos obrigam a enrolar os braços no próprio corpo, sorrir e esperar por mais. Daqueles que nos obrigam a correr atrás de mais coisas por conquistar, mais sorrisos para dar e mais paisagens para contemplar. Confesso que não fiz tanto quanto queria neste ano, mas vejamos, aprendi com isso. Aprendi que não vale a pena forçarmos os acontecimentos, as pessoas, aquilo que somos. Ser-se espontâneo é um máximo, acreditem ou não. 

Acompanhei muitas pessoas em 2016 e só tenho uma coisa a dizer: foi um prazer. Se aos meus olhos elas passaram um ano exemplar, apenas desejo que 2017 lhes sorria com mais afinco e lhes traga mais aventuras. Quanto a mim, tentarei não planear muito, apenas aquilo que achar necessário. Se desejar algo, que seja um objetivo palpável e pelo qual sei que lutarei até consegui-lo. E o mesmo digo-o a vocês: deixem que 2017 vos surpreenda, aprendam ainda mais com ele e nunca, em algum momento, se deixem afetar pelas mágoas, pelas tristezas, pelas desilusões. Por muito custoso, sorriam. Irradiem o vosso otimismo e ofusquem aqueles que vos desejarem mal. As pessoas apenas detestam aquilo que desconhecem e que sabem que nunca farão tão bem quanto os outros; por isso é que não precisamos de muito para que nos odeiem... Contudo, para isso é que estamos cá; para mostrar aos outros que por muito maus que eles sejam, nós seremos melhores do que eles por não os igualarmos. Simples.

Posto isto, desejo-vos uma passagem de ano incrível. Rodeiem-se dos vossos, não deixem abraços e sorrisos para trás, vivam ao máximo estes últimos dias, celebrem tudo. 2016 pode não ter sido bom para muitos, mas cabe-nos a nós mudarmos o rumo da nossa viagem. Afinal, ela é completamente dependente das nossas decisões, logo, apenas nós saberemos como a transformar em algo melhor! Feliz 2017! 

1 comentário:

  1. Espero que 2017 te surpreenda e te traga muitas felicidades como tu mereces. Que continues a brilhar e a espalhar alegria e energia à tua volta. Desejo que 2017 nos aproxime ainda mais. Estarei a torcer por ti em cada passo do teu caminho e quero que saibas isso, principalmente quando questionares porque deves continuar ou porque estás a fazer algo!
    Tens uma mente brilhante e és uma artista fabulosa. Agarra-te a isso e surpreende-TE, isso é o mais importante.

    ResponderEliminar