terça-feira, 17 de janeiro de 2017

AL DENTE \\ 100 Montaditos

Eu, Carolayne Ramos, sou uma grande fã de comida caseira. Cresci numa casa onde tudo é confecionado na hora e, como tal, ganhei o hábito e experiência de confecionar as coisas tal como elas tão bem merecem. Contudo, por vezes bate aquela preguiça aliada à vontade de ingerir algo rápido, mas igualmente saboroso, visto que o meu paladar não se deixa satisfazer com qualquer tempero. Pudera, as comidas com que estou habituada sempre se destacaram aos meus olhos por serem muito bem temperadas, daí existir aquele medo das pessoas tentarem preparar uma cachupa ou qualquer outro prato africano. Garanto-vos, não é difícil! Porventura, não é de cachupas que aqui venho falar. Depois de ter lido a review da Inês acerca deste estabelecimento de tapas, que a minha curiosidade foi plantada. Dias depois, surgiu-me a Cherry com uma outra opinião, e aí o apetite foi crescendo. Por coincidência, a Andreia ofereceu-nos o seu ponto de vista, fazendo então brotar o louco impulso de experimentar um montadito do 100 Montaditos. Gosto de acreditar que as coisas na minha vida acontecem sempre por uma razão, daí que quando fui para a Cidade Universitária pela primeira vez com a Nobel, a fachada chamativa deste restaurante preencheu-me o campo de visão, fazendo-me prometer que mais cedo ou mais tarde lhe colocaria os pés. 

Há quase uma semana, cumpri com essa promessa e pude, finalmente, ter um primeiro contacto com os Montaditos. Já carregava em mim os avisos feitos acerca da abundância de clientes, visto que o estabelecimento do Campo Grande se situa, nada mais nada menos, perto de algumas universidades. Como estamos em época de exames, o normal naquele dia foi mesmo o espaço ter estado cheio, principalmente porque nos calhou o dia em que estava tudo a 1€, à exceção dos tapas e saladas. Nada nos demoveu de sair de lá, tendo em conta que tínhamos fome e uma promessa a cumprir. Fazer o pedido foi fácil: em cima de cada mesa, temos um acessório que suporta os menus, assim como o bloco onde se fazem os pedidos. Tanto daquela como desta vez, pedi o mesmo: dois montaditos de kebab de frango, com cebola frita e molho barbecue, assim como batatas cheddar e bacon e crocantes de frango. De seguida, colocámo-nos na fila, entregámos o pedido, deram-nos um pager gigante e, quando estava tudo pronto, ele vibrou, sendo que ou levávamos o nosso pedido para mesa, ou como aconteceu connosco, embalaram-nos a comida e fomos comer ao Jardim do Campo Grande.
O bom de se ter contacto com opiniões destas é que automaticamente ficamos cientes de certas coisas. Eu já sabia que os montaditos haveriam de ser pequenos, mas nunca imaginei que fossem assim tão fofos! Assim que peguei no meu pãozito, senti-lhe o crocante, ainda antes de o levar à boca. Quando o fiz, um misto de sentimentos explodiu: aquele tinha sido, de longe, o melhor produto de fast-food que eu já tinha consumido. Pode não ser uma comida digna de prémio ou algo assim, mas a verdade é que a experiência foi bastante positiva! O montadito de kebab tinha tamanhos razoáveis de frango, e a cebola frita com o molho barbecue fizeram-me as delícias! Quanto às batatas, a única coisa que a meu ver falhou foi o facto delas não serem tão crocantes, como por exemplo, as batatas do McDonald's (e mesmo estas têm os seus dias!), contudo, o facto de serem mescladas com o queijo cheddar e o bacon acaba por afastar essa ausência estaladiça. Quanto aos crocantes de frango, estes sim estalam em alto e bom som na nossa boca. E são tão, mas tão bons depois de mergulhados no molho! Um ponto bastante positivo de toda esta refeição foi a de que, pelo menos em relação ao meu pedido, as coisas não serem salgadas. Todo o sabor de temperos predomina no nosso paladar e não há uma grande necessidade de estarmos sempre a beber algo!
Hoje, a dezassete de janeiro de dois mil e dezassete, voltei a experimentar os montaditos, mas desta vez no Cais do Sodré, com a companhia da Nenko. Fiquei pasma quando me apercebi de que o estabelecimento não fica assim tão em Nárnia quanto eu pensava, apenas  era obstruído pelos andaimes em redor. Assim que entrámos, notei em algo bastante significativo: não sei se era pelo facto deste estar vazio, mas o 100 Montaditos do Cais é bem mais espaçoso do que o do Campo Grande. Todas as paredes estão carregadas de molduras com fotografias dentro, e o número de mesas é bem superior! Como disse lá em cima, pedi exatamente o mesmo e a sensação foi ainda melhor: denotei que estes montaditos vinham com mais cebola (o que para mim significou muito!), e tudo o resto soube-me tão bem quanto os primeiros montaditos da minha vida! Afinal, não tinha sido apenas uma primeira impressão desejosa de querer algo bom para se comer. O 100 Montaditos é um restaurante que com produtos em dimensões absurdamente cutes, sabe como saciar a barriga dos mais gulosos. Não pensem que só porque os montaditos são pequenos, que passarão fome; pelo contrário, devido aos aperitivos que pedirem, ao fim de um tempo se sentirão satisfeitos e felizes!
Comer bem e pagar pouco, quem é que não aprecia isso? Eu, muito honestamente, adoro quando isso acontece, principalmente quando adiciono à minha lista de favoritos mais um estabelecimento onde passar bons tempos com as minhas pessoas! Não percam mais tempo se nunca provaram destas pequenas delícias: arranjem tempo e uma boa companhia para viverem a experiência. Pela parte que me toca, levarei o máximo de pessoas que conheço para viveram isto comigo, experimentando outros produtos e arrecadando mais opiniões... Mas tudo para os meses que aí vêm, pois de muitas gordices janeiro já está cheio!


E por aí desse lado, já foram ao 100 Montaditos? O que acharam da experiência?

5 comentários:

  1. eu experimentei pela primeira vez em madrid e adoro. sempre que não sabemos onde jantar acabamos lá xD

    ResponderEliminar
  2. o 100 montaditos do Cais é bem mais pequeno do que o do Campo Grande, mas o do Campo Grande está sempre cheio, that's the problem!!! O do Campo Grande é o maior da zona de Lisboa, se não me engano :) Anyway, montaditos é das melhores coisas mesmo!!!

    http://lavitainrosaa.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Já vi tanta gente a falar deste sítio que um dia destes talvez dê um salto até ao Porto e vá lá!

    ResponderEliminar
  4. É muito bom mesmo! Principalmente as batatas, de comer e chorar por mais! Obrigada pela menção na tua review :)

    Beijinhos Carolayne :)
    Andreia, ALL THE BRIGHT PLACES

    ResponderEliminar
  5. Ainda não fui lá mas já tenho uma visita agendada com amigos para o início de fevereiro!

    ResponderEliminar