O que me inspira na hora de escrever

Muitas vezes me deparo com a questão acerca de onde surge a minha inspiração para escrever. E embora eu responda sempre de que eu me inspiro em tudo o que me rodeia, a verdade é que eu me sinto completa e capaz de produzir conteúdo assim que regresso de um convívio com as minhas pessoas. Apesar de serem poucas pessoas, o seu significado para mim é enorme. Não há dia em que não me sinta feliz por tê-las ao meu lado, seja de quanto em quanto tempo. Posso ficar dias, semanas, ou até meses sem me conseguir encontrar com elas, contudo, quando acontece. é como se de um evento presidencial se tratasse. As conversas que são colocadas em dia, os debates que vão ganhando cor, os assuntos que abordamos, tudo isso me inspira. Tanto o concreto quanto o abstracto me fascinam. Há qualquer coisa de poderoso nestas duas vertentes que me fazem apaixonar pela vida. Ela é sim desafiante, mas é isso que nos deveria impulsar. Apesar de não viver de extremos - e digo isto porque tenho uma amiga que é de extremos -, tenho de concordar de que são as coisas más que nos dão forças, e que por muito doloroso que seja ter de enfrentá-las, é de um gozo enorme poder observar a nossa evolução, o nosso esforço, a nossa capacidade de não nos termos enterrado até ao pescoço. A inspiração. tanto para escrever quanto para produzir qualquer outro tipo de produto, é isto: é sabermos retirar as lições que a vida nos dá, seja através de uma conversa, de um acidente, ou mesmo de uma introspecção. Feito isso, não há nada que não consigamos atingir!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Remédio santo para se acordar cedo

BEAUTY review \\ Cuidado de rosto CIEN

O blogue sofrerá mudanças... E desta vez, das grandes!