1 de abril de 2017

RETRO'17 \\ O mês de Março

Finalmente em Abril! Parece que não, mas Março levou quinhentos anos a passar. Não me recordo de já ter vivido o terceiro mês do ano de forma tão duradoura, intensa e com tantas reviravoltas, sejam elas de carácter académico, pessoal ou do coração. O que depressa se passou em Fevereiro, muito lentamente se foi arrastando em Março. Março foi o mês da reeducação, das mudanças, do recorde pessoal por me ter sentido genuinamente alegre, feliz e sorridente por três semanas; o mês em que comecei a conduzir - esta ainda não vos tinha contado! -, o mês onde me decidi comigo mesma e coloquei os pontos nos is! A Primavera chegou e já trouxe consigo momentos de sol que nos torram, muita chuva, alguma tosse, um frio escabroso, e sentimentos que, com o passar do tempo, já não custam tanto a serem admitidos. Renovei-me, sinto-me bem mais leve e em muitos aspetos, li pouco, escrevi ainda menos, tentei acompanhar o ritmo da blogo, contudo, poucas foram as atualizações que fiz. Agora com a semana da Páscoa a chegar, esse é um assunto para o qual dedicarei parte do meu tempo. Se formos bem a ver, Março trouxe-me muitas coisas boas, foi meu amigo e eu simplesmente retribuí de igual forma!

Conheci a Sofia; fui a um museu; mais do que nunca, manter-me na viagem que é conhecer a Joaninha tem sido espetacular; em conjunto com a Sofia e o Jota, fundou-se um spin-off genial do #RRSP17, o Re-Watching Season Project; passei algum tempo na esplanada com os amigos; provei os gelados do Santini; deliciei-me com os 100 Montaditos na melhor companhia; fui à inauguração de uma associação artística aqui da cidade; comi bem; dormi muito; redimi-me em certos aspetos e fui-me descobrindo ainda mais. Fritei o cérebro com a quantidade de maquetas e plantas a fazer; tenho tantas outras coisas para orientar; perdi o meu canudo num dos autocarros em Lisboa; em vinte e três eventos na agenda, dez foram canceladas ou adiadas, e treze receberam um check! gordinho, e que para ser sincera, é sinal de que estou a caminhar para o sítio certo; e cheguei à conclusão de que ter as mãos no volante é a melhor cena de sempre!

Março foi o mês de iniciar duas leituras e de obter cinco livros, quatro deles que só me custaram dois euros na faculdade. Finalmente obtive o tão badalado Livro do Hygge, recomecei pela milésima vez o 1984, e de acordo feito com a Sofia, comecei a reler um livro para o #RRSP17, Uma Escolha Por Amor. Até agora ainda não terminei nada, mas isso é algo que se resolve num instante!
Descobri o quão music video era ouvir Cold enquanto conduzia, daí que no dia em que me apercebi do quão deliciosa era esta música, cheguei a casa, coloquei-a em modo loop no Spotify, e desde aí que não a larguei. O mesmo acontece com Chained To The Rhythm de Katy Perry, com os dois álbuns de James Blake e com a minha recente descoberta acerca de KAYTRANADA e o seu álbum 99.9%. Tivemos, mesmo no limite, o regresso de Kendrick Lamar com o seu single HUMBLE., e choquem, sabem o youtuber Miguel Luz? Sob o pseudónimo de Mike Lyte, ele lançou MILF, um single que também tem o que se lhe diga! O terceiro mês do ano ficará carimbado como sendo o mês em que mais música descobri, em que mais viagens ao passado fiz e ao quão feliz fui por ter vestido a pele de eterna apreciadora de música!
Sei que vi um número considerável de filmes durante o mês - ou talvez esteja a delirar, mas finjamos que está tudo bem! -, porventura, só vos posso mencionar os últimos filmes que me recordo de ter visto, e os quais já falei no blogue: O Príncipe da PérsiaThe Edge of Seventeen e The Great Wall. Quero muito fazer uma maratona com todos aqueles que foram nomeados aos Óscares, assim como com tantos outros, e mal posso esperar por ter essa oportunidade! Atualizei, pelo meio e com um pulsar contente do coração, a minha série da vida, The Flash, e mesmo com a informação de que só daqui a um mês é que teremos episódio novo, nada me demove de adorar este super-herói marvelesco! Ontem tentei em vão dar continuidade à primeira temporada de Supergirl, mas a ver se a internet contribui comigo hoje. Apesar do pouco tempo e do curto espaço que Março me concedeu, lá tive direito a uns pequenos escapes que, sinceramente, salvaram-me do mundo da loucura e do desespero. Viva ao cinema e às séries! 
Se me contassem, julgaria ser mentira. O que mais me choca no meio destas retrospetivas dos números é o facto de mesmo tendo estado um pouco ausente, isso não foi, nem está a ser, motivo para afastar os leitores daqui. Aliás, parece que quanto mais desligada, mais pessoas chegam aqui, seguem-me e mostram-me que eu não tenho motivos para desistir, e sim persistir nisto. As visitas, em um mês, aumentaram até cinco mil; de seguidores, passámos a ser 117; sempre que conseguem, vocês deixam-me a vossa opinião, e eu não poderia estar mais contente por isso. Mesmo em meio académico, lá com os meus colegas de turma, recebo elogios pelo meu espaço, e não há nada a fazer se não sorrir e agradecer. Tal como disse Confúcio, "Escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida", e ele tinha toda a razão. Cada vez mais me apercebo dessa realidade, e embora manter o blogue não seja o meu trabalho oficial, isso não o impede de agir como tal. Gosto daquilo que faço, escrever é uma bênção que o universo me concedeu, e saber que a minha palavra chega a algum lugar é o suficiente para me motivar a querer mais e melhor. Portanto, obrigada!
TOP5 PUBLICAÇÕES MAIS LIDAS DO MÊS DE MARÇO:
→ WHAT ABOUT PHOTOGRAPHY? #3

O QUE MAIS GOSTEI DE ESCREVER EM MARÇO
O que me inspira na hora de escrever

6 comentários:

  1. Gostei muito deste post!
    Beijinhos :)
    https://dailyvlife.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. E é tão bom acompanhar-te ao longo dos dias, um verdadeiro privilégio! ❤

    ResponderEliminar
  3. Eu estou um pouco em choque depois de ouvir o single do Miguel Luz... ainda não sei o que sentir, para ser sincera xD.

    R: Obrigada Lyne ♥️

    ResponderEliminar
  4. Que mês em cheio!
    Quero muito ler "O Livro do Hygge"!
    O post " O que me inspira na hora de escrever" foi o meu favorito :).
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  5. Adorei o post! Não fazia ideia que o Miguel Luz agora também cantava e achei a musica super engraçada!!

    Beijinhos!!
    Black Rainbow / Instagram

    ResponderEliminar
  6. Um mês em grande! :D
    Há alturas assim, tão cheias que parece que levam anos a passar, quando na verdade foram-se num instante. O meu mês teve tanta actividade que para mim precisava de mais uns dias eheh xD
    let's do nothing today

    ResponderEliminar